quinta-feira, 31 de maio de 2012

JAQUETAS E CASACOS FEMININOS


   O inverno é a época do ano onde as mulheres ficam muito mais elegantes, saem do armário lindas peças como casacos, jaquetas, botas, meias, vestidos de inverno, cachecóis e echarpes, que formam looks requintados, mas costumam ser mais caros também. O ideal é comprar peças curingas como uma bela jaqueta, um belo casaco e saber compor diferentes looks com calças, saias, vestidos e acessórios. Selecionei peças curingas que adoro, e nem semprem requerem acessórios para fazer sucesso, e servem de ideia para quem precisa de dicas de combinações e cores ideais.

 
 
 
 






domingo, 27 de maio de 2012

O GATO

"O gato é médium, bruxo, alquimista e parapsicólogo. É uma chance de meditação permanente a nosso lado, a ensinar paciência, atenção, silêncio e mistério. O gato é um monge portátil à disposição de quem o saiba receber."
Artur da Távola

Mulheres e gatos agem como bem entendem. Homens e cães deveriam relaxar e acostumar-se com isso.
Robert Heinlein
"Quando o chá das cinco é servido e as cortinas são fechadas com esmero, ele aparece ronronando, com seus olhos verdes, o pequeno gato preto".
"Saki" Hector Hugh Munro

"Os gatos são uns tipos misteriosos. Em suas mentes passam-se mais coisas do que podemos imaginar".
Sir Walter Scott

"Os camundongos o divertiam, mas em geral ele os considerava uma brincadeira boba demais para ser levada a sério. Eu o vi brincar durante uma hora inteira com um ratinho e depois deixá-lo ir embora com uma majestosa condescendência".
Charles Duddley Warner
"Feliz daquele que sabe fazer amizade com gatos desconhecidos".
Provérbio colonial norte-americano

"Os gatos são nobres e exigentes, ao passo que os cães não importa de que nível social, conservam a falta de classe dos novos-ricos e são incorrigivelmente vulgares".
Pierre Loti
"O menor de todos os felinos é uma obra-prima".
Leonardo da Vinci

"De todas as criaturas de Deus, somente uma não pode ser castigada. Essa é o gato. Se fosse possível cruzar o homem com o gato, melhoraria o homem, mas pioraria o gato".
Mark Twain

"Janela que se abre
o gato não sabe
se vai ou voa"

Alice Ruiz

"O homem gostaria de ser peixe ou pássaro, a serpente gostaria de ter asas, o cão é um leão confuso...
Mas o gato quer ser somente gato, e todo gato é um puro gato desde o bigode ao rabo"
Pablo Neruda
"Gatos amam mais as pessoas do que elas permitiriam. Mas eles têm sabedoria suficiente para manter isso em segredo"
Mary Wilkins

Dizem que os sapos viram príncipes, mas ainda sou muito mais interessada nos gatos...
Vanessa Pimentel

Muitas mulheres escolhem seus homens como se fossem animais de estimação.
Meigos, fofos, gatos, fogosos, etc.
Mas quando deparam com um cachorro ou cavalo se arrependem e reclamam muito.
Marinho Gruzman

"Mesmo quando gordos, os gatos conhecem instintivamente uma regra importante: quando estiver gordo, saiba se colocar em posições elegantes".
John Weiz


                                                 
Não perca seu tempo tentando me derrubar. Sou como gato. Só caio em pé.
Felipe Santolia


                                               
Os gatos raramente interferem com os direitos das pessoas. Sua inteligência os impedem de fazer coisas bobas que atrapalham a vida."
Carl van Vechten


quinta-feira, 17 de maio de 2012

Para quem diz que formiga faz bem para as "vistas"

FORMIGAS DOMÉSTICAS
 
    As formigas domésticas são tão nocivas para a saúde como as nojentas baratas. O problema é cultural: elas não causam o mesmo asco e temor, porque são pequenas e não enxergamos seus aspectos com detalhes. No entanto, elas têm a mesma capacidade de contaminar alimentos e ambientes com agentes patogênicos como fazem as baratas e são ainda mais difíceis de serem eliminadas. Elas passam por lugares contaminados, como lixo, secreções, cadáveres e esgotos, assim tornam-se vetores mecânicos de organismos patogênicos encontrados nesses locais, que podem acarretar doenças diversas, principalmente as relacionadas com problemas gastrointestinais, como diarréia e vômito, dessa forma, um alimento que ficou exposto a formigas deve ser desprezado. Além de causarem problemas em residências, restaurantes e lanchonetes, podem ser mais perigosas ainda em hospitais e clínicas. E comer formigas faz bem para a visão? Não! Não existem trabalhos científicos mostrando essa possibilidade, e não adianta dizer que nunca viu tamanduá de óculos! Portanto, você até pode comer formigas como a Içá ou Tanajura, sendo selvagens o risco é menor, mas frite bem... Tudo que é frito fica gostoso e o calor mata as bactérias!

Fatores de proliferação:
   As formigas se proliferam em um ambiente quando encontram disponibilidade de alimentos, restos e lixo; abrigos como paredes com tijolos vazados, brechas na construção e equipamentos eletrônicos (principalmente televisores e computadores); acesso em vãos estruturais, frestas e janelas. Como as formigas são pequenas elas têm muita mobilidade e facilidade para se instalar, ajudadas ainda pelo fato de que as pessoas não têm nojo e, por isso, não se preocupam em controlar um início de infestação.

Formas de controle:
      A principal forma de controle é a prevenção. A manutenção de um ambiente sempre limpo e a eliminação de pontos de entrada ou de abrigo são as melhores armas contra as formigas. Quando se observa uma infestação, o primeiro passo deve ser procurar ajuda de uma empresa especializada. Os especialistas no assunto alertam que o controle caseiro não vai resolver e pode agravar a situação. Existe uma grande variedade de espécies de formigas domésticas e se o controle não for feito de forma eficiente, pode acarretar uma multiplicação dos ninhos. Um dos erros mais comuns é fazer a pulverização com inseticida, pois, algumas morrerão, no entanto, outras perceberão a presença do produto e avisarão para a comunidade que, em resposta, fragmentará a colônia, fazendo surgir novos formigueiros em outros locais, fora o risco de selecionar formigas resistentes aos produtos.

FORMIGAS PODEM SER VETORES DE MICOBACTÉRIAS

        No Centro de Referência Professor Hélio Fraga da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP) ocorreu a sessão científica “Avaliação de formigas como vetor mecânico de micobactérias em hospital especializado no atendimento de doentes de tuberculose”. Um dos trabalhos apresentados confirmou a presença de micobactérias veiculadas por formigas no ambiente hospitalar, representando potencial vetor mecânico destas para pacientes e profissionais de saúde.
    Segundo Ana Paula Macedo Ruggiero Couceiro, doutora em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da USP, a urbanização desencadeia a disseminação de artrópodes e, consequentemente, de doenças veiculadas por eles. As formigas são muito adaptáveis e se beneficiam com a convivência humana. Nos hospitais, elas podem ser vetores mecânicos de inúmeras bactérias, e a diversidade de espécies encontradas nestes ambientes causam preocupação pelo risco potencial à saúde pública.
    Algumas espécies de formigas são atraídas por instrumentos cirúrgicos e material hospitalar estéril. As formigas são prováveis vetores de microrganismos patogênicos e resistentes a antibióticos. As infecções hospitalares podem ser atribuídas à presença de formigas.
    Os objetivos do presente estudo foram verificar a presença e determinar as espécies de formigas encontradas em um específico ambiente hospitalar; verificar a contaminação de formigas com espécies de micobactérias, coletadas em hospital especializado em tratamento de tuberculose e identificar as espécies de micobactérias isoladas a partir de formigas através de métodos de biologia molecular.
    Para realizar esse estudo foram realizadas seis coletas de formigas em diferentes áreas do hospital, no período de 2009 a 2010 (203 coletas no verão e 44 no inverno), semeadas em meios de cultura Löwenstein-Jensen e Stonebrink para isolamento de micobactérias. As culturas sugestivas foram submetidas à coloração de Ziehl-Neelsen para bacilos álcool-ácido resistentes, identificação por métodos moleculares PRC para o gênero Mycobacterium, (PRA-hsp65 com o par de primers TB11 e TB12 gênero-específico e sequenciamento genético do DNA). Do total de 247 amostras de formigas coletadas e semeadas, 70% das formigas pertenciam à espécie Tapinoma Melanocephalum, 25% à espécie Dorymyrmex sp, 3% à espécie Camponotus sp e 2% à espécie Pheidole sp, dados similares com as pesquisas realizadas em hospitais.
    Quinze amostras apresentaram bacilos álcool-ácido resistentes de crescimento rápido. Nos métodos moleculares, 12 pertenciam ao gênero Mycobacterium. No PRA-hsp 65, e no sequenciamento genético do DNA, quatro amostras foram identificadas quanto à espécie (duas Mycobacterium chelonae, uma Mycobacterium parafortuitum e uma Mycobacterium murale), quatro micobactérias com resultados idênticos no PRA e não identificadas no sequenciamento e sugestivas de uma nova espécie, e duas amostras não identificadas. Mycobacterium chelonae isolada nesta pesquisa foi previamente descrita como agente causador de abscessos em humanos.
    Os resultados do estudo confirmaram a presença de micobactérias veiculadas por formigas no ambiente hospitalar, representando potencial vetor mecânico destas para pacientes e profissionais de saúde, principalmente em infecções hospitalares.

Fontes:
NEWS.MED.BR, 2012. Formigas podem ser vetores de micobactérias, aponta estudo divulgado pela Fiocruz. Disponível em: . Acesso em: 16 mai. 2012.



CURIOSIDADE:     

INDIANO CRIA FORMIGAS COLORIDAS DE FORMA SIMPLES
 
    O cientista indiano Mohamed Babu, 53, criou fotos incríveis de formigas coloridas, depois de fazê-las beber água misturada com açúcar e anilina comestível. Babu realizou o experimento ao reparar que as formigas, que têm a “pele” do abdômem translúcida, ficavam brancas após beber leite derramado na pia de sua cozinha. Durante a sessão de fotos, Babu notou ainda que as formigas preferiam o amarelo ao azul, verde e vermelho, contou ao jornal britânico “Daily Mail”.
    
Fica o ditado: você é o que você come!


domingo, 13 de maio de 2012

A ANOMIA DE UMA GRANDE PARTE DA SOCIEDADE ME ASSUSTA A CADA DIA

    Anomia é um conceito criado pelo sociólogo Émile Durkheim no seu livro "O Suicídio" e que designa um estado do indivíduo caracterizado pela falta de objetivos e pela perda de identidade. Segundo Durkhein, este estado é em grande medida originado pelas intensas transformações que ocorrem nas sociedades modernas e que não fornecem novos valores para colocar no lugar daqueles que por elas são demolidos.
       A partir do surgimento do capitalismo e da tomada da razão, como forma de explicar o mundo, há um brusco rompimento com valores tradicionais, fortemente ligados à concepção religiosa.
      A modernidade, com seus intensos processos de mudança, não fornece novos valores que preencham os anteriores demolidos, ocasionando uma espécie de vazio de significado no cotidiano de muitos indivíduos. Há um sentimento de se "estar à deriva," participando inconscientemente dos processos coletivos/sociais: perda quase total da atuação consciente e da identidade. Em suma, Durkheim com o conceito de anomia procura sintetizar a ideia de que o progresso constitui uma ameaça às estruturas éticas e sociais.
      Robert King Merton também se dedicou ao estudo na anomia. Para Merton, anomia significa uma incapacidade do indivíduo em atingir os seus fins culturais e ocorre quando, devido à insuficiência dos meios institucionalizados, o insucesso em atingir esses fins gera conduta desviante. É por isso que, segundo Merton, a maioria dos crimes são cometidos por membros das classes menos favorecidas.
      Vejo nossa sociedade se desintegrando, burlando normas e colocando em risco a ordem social, pois muitos indivíduos não temem possíveis punições ou então, perceberam rapidamente a fragilidade da segurança nas grandes populações para controlar atos que são considerados infrações "leves" pela maioria. E vejo ainda, que as condutas desviantes são as principais geradoras de doenças na população, desde transtornos fóbico-ansiosos e alguns desvios de caráter. Apesar de meu ceticismo, ainda acredito que as religiões possuem um importante papel na disciplina dos indivíduos, porém, sob a luz da razão, o temor pode cair por terra, e se não há bons valores e boas expectativas de vida o risco de se ver a anomia desenvolvendo-se é alto. 
       Vivemos em um mundo de pseudodemocracia, onde elege-se quem tem mais poder de marketing, ou seja, quem tem mais recursos e talvez também carisma ou até somente uma carinha bonitinha, fora a democracia de pequenas instituições, como por exemplos as escolas, onde se dá a democracia para quem ainda não deveria recebê-la tão facilmente por conta da imaturidade social e psíquica. 
        Vivendo entre outros Homo sapiens sapiens, só há uma coisa a se dizer: salve-se quem puder. As boas escolhas levam um precioso tempo para serem aprendidas pela maioria das pessoas, e seus contextos regionais/sociais variam bruscamente também influenciando fortemente na busca de objetivos e construção de identidade. Quais seriam as primeiras de muitas soluções para fazer  o melhor e esse ser aceito? Qual o destino de nossa sociedade? Chegamos em um nível de competição intraespecífico vergonhoso, onde um indivíduo quer superar o outro em banalidades, deixando a intelectualidade e a preocupação com o futuro de lado, praticando o modo individualista e banal de ser.









OU










Luciana Rebello

sábado, 12 de maio de 2012

FLORES DA INFÂNCIA

CADA UMA DELAS ME REMETE A MUITAS LEMBRANÇAS...